5 (100%) 1 vote

 

Hoje vamos falar de um assunto sério. Cruzar o seu cachorro. Vou apresentar 5 motivos para você não cruzar o seu caozinho. Veja logo depois da vinheta.

  1. Filhos não são clones.

Que seu cachorro é muito especial, disso que não tenho dúvidas. Mas achar que cruzar o seu cachorro irá “imortaliza-lo” de alguma forma é uma ideia muito errada. Tudo o que você irá fazer é ter mais uma ninhada, que são vidas e devem ser respeitadas.

Você é igual seu pai? Sua mãe? Seu irmão? Não, então os filhotes do seu cachorro também não serão iguais a ele. Se a cruza não for feita da forma correta poderá ter filhotes problemáticos.

Cruzar só para “ter mais cachorros iguais ao meu” não é uma boa ideia.

  1. Pedigree nem sempre garante filhotes perfeitos.

Não é porque você comprou o seu cãozinho em um canil de qualidade, que lhe garantiu um pedigree, que isso dará a você o direito de reproduzi-lo. Em muitos casos – que nem são tão raros assim – os filhotes podem sim apresentar problemas, tanto de saúde quanto de temperamento. É preciso ter consciência, mais uma vez, de que você está lidando com vidas, não com uma ciência exata no qual você soma 1 + 1 e o resultado é 2.

  1. Não acredite no “me avisa quando der cria que eu compro”.

Assim que adquirimos um cãozinho, sempre surge um amigo, um conhecido ou até alguém que o viu na rua falando “avisa quando tiver uma ninhada porque eu quero um”. Daí uma pessoa mais desinformada vai atrás de um cruzamento pensando estar faturando com o desejo das pessoas. Isso é errado.

É de se pensar que quem fala que quer um cachorro está falando no calor do momento. Querer é diferente de poder. Ter um animal, como vocês sabem, exige muita coisa, que está além da parte financeira, mas também da dedicação e tempo para lidar com as atividades diárias do cãozinho.

  1. Manter o cãozinho “virgem” trará muito mais tranquilidade.

Já ouvi muita gente dizendo que é melhor cruzar o cachorro para ele “se acalmar”. Isso é uma ideia também bastante equivocada? Em primeiro lugar, não pense que um cachorro doméstico tenha o mesmo afã sexual do que um animal de matilha, selvagem, de mata. Até porque não dá nem pra comparar a quantidade de vezes que eles podem acasalar. O cachorro macho, se for mantido em “castidade”, praticamente não terá falta de sexo (é lógico que o mais indicado é castrar o animal). alguns até acreditam que Por outro lado, caso ele cruze uma única vez, daí sim você estará abrindo uma porta para que esse desejo de cruzar novamente se ascenda. E isso nem sempre será possível. Por isso, se quer deixar o seu cachorro “calmo”, o melhor é mantê-lo virgem.

Muitas vezes o cachorro apresentada movimentos de copula, isto não significa que ele deseja cruzar, mas sim que está tentando te dominar.

  1. Não queira ganhar dinheiro às custas do seu cachorro.

Ter um canil é um negócio. Sim, é. Mas não é pra qualquer pessoa. Como disse anteriormente, um bom canil respeita a periodicidade das ninhadas, documentações necessárias para o funcionamento do negócio e de cada animal, se atento à saúde de cada um deles. Ou seja, filhotes trazem custos de vacinação (nos pais e filhotes), vermifugação, idas ao veterinário, partos que podem sair caros por ser cesárias, vitamínicos, suplementos, local adequado para o parto, higienização, etc. etc. etc.

São custos que uma pessoa nem sempre está ciente, ainda mais aquele que só pensa no valor final de um animal.

Se mesmo assim você ainda deseja cruzar o seu cachorro, converse com seu veterinário e veja com ele todos os exames que você precisa fazer, dessa forma você diminui os riscos. Muitas femeas morrem na hora do parto.

Ame o seu animal incondicionalmente. Isso é o mais importante. Aproveite todos os momentos que podem juntos.

Se você gostou desse video…

Comentários

comments