O Lhasa Apso é um cachorro de companhia com longos pelos e que espalha encanto por onde suas patinhas passam. Hoje vai conhecer a origem e as características dessa raça. Confira!

História da raça

Esse cachorro pequeno é descendente de uma raça antiga criada nas aldeias e mosteiros do Tibete, que fica ao norte da cordilheira do Himalaia. Essa é uma região do Oriente em que o clima pode ser exageradamente frio, já que fica em altitudes elevadas. Por isso, seus pelos longos pelos e o denso subpelo funcionavam como isolantes e a queda de pelo sobre os olhos faziam a proteção do vento e poeira.

Os primeiros cachorros do Tibete dessa raça que vieram para o ocidente foram levados à Grã-Bretanha no início de 1920. Na época, ele foi confundido com outros cachorrinhos peludos orientais, portanto, foram chamados “Lhasa Terriers”. Só depois de muito tempo foi decidido que a raça seria nomeada separadamente como Apsos, o querido Lhasa Apso.

Características físicas da raça

A raça Lhasa Apso é uma opção para quem busca um cachorro para apartamentos já que macho mede entre 25cm e 29cm, enquanto a fêmea entre 25cm e 27cm. Além disso, ele tem muita energia que pode ser gasta em locais menores e viver ao ar livre não é o forte dele. Já fica mais fácil de reconhecê-lo dessa forma? Continue lendo!

Esse cãozinho também apresenta outras características para que você o encontre com rapidez. A mais óbvia são os pelos. A pelagem abundante que pode ser de cor preta, areia, cinza escuro, marrom, dourado ou mel faz com que seja preciso ter muito mais cuidado. É recomendado escovar seus pelos de dois em dois dias e sempre os desembaraçar antes do banho.

A cara também é fácil de lembrar. Seus olhos são bem escuros, a trufa é preta e o focinho tem, em média, 4cm é reto e nunca quadrado. E suas orelhas são pendentes e com franjas abundantes.

Agora vamos saber mais do resto do corpo. Suas patas são redondas, pés de gato com almofadas firmes. Também observe a cauda que é inserida de forma alta e, geralmente, tem um nó na ponta e é bem franjada.

Curiosidade: a raça Lhasa Apso está no Grupo 9 de cães de companhia, segundo a FCI (Federação Cinológica Internacional ou Fédération Cynologique Internationale), seção 5 de raça tibetana.

O temperamental Lhasa Apso

Com bateria carregada no modo “para sempre 100%” para brincar em qualquer momento e lugar, esses pequenos podem fazer uma grande festa em espaços grandes ou pequenos. Essa atividade toda faz parte da sua personalidade forte, o que é muito comum na maioria dos cães dessa raça.

Ocupando o 68º lugar no ranking de inteligência canina, os cães Lhasa Apso são treinados com facilidade e esbanjam confiança por aí. Eles são sinônimos do termo “seguro de si”.

Confira um texto com dicas de como gastar a energia de cães mais agitados.

Como cuidar do seu cãozinho

O primeiro passo para cuidar de um Lhasa Apso é lembrar a todo o tempo que ele é um cachorro pequeno e de colo, portanto, deve dormir dentro de casa.

Banho: como já falamos é importante pentear seu longos pelos a cada dois dias. Antes do banho, procure desembaraçar todos os fios. Depois de lavar o bichano com um shampoo especial e o enxaguar, seque-o no modo morno do secador e enquanto isso vá escovando seus pelos lentamente.

E nunca se esqueça de estar em dia com todas as vacinas e as consultas com o médico veterinário.

Companheiro de aventuras

Crianças que ficam muito tempo em apartamentos pequenos podem encontrar no Lhapso Apso um bom amigo já que esses cachorrinhos sempre estarão por perto para brincar. Porém os adultos também podem fazer desse pequeno um bom amigo, afinal, todos precisam de um ser com mais energia por perto. E energia não vai faltar com esse cãozinho.

O Lhasa Apso dos quadrinhos

Você sabia que o Floquinho, cachorrinho do personagem Cebolinha da Turma da Mônica, é um Lhasa Apso? Como já falamos, não existem cães dessa raça na cor verde, porém ele tem que combinar com a roupa do Cebolinha, né. Do contrário, estaria “elado”, como ele mesmo diz.

Comentários

comments