Follow:
Blog Dicas Veterinárias

Dicas para Viajar com seu Pet

viajar com pet

Olá caninos,

Viajar tem sido o sonho do brasileiro – a gente trabalha os 11 meses consecutivos e não vê a hora de tirar as próximas férias.

Mas para nós, papais e mamães de pets, o momento de prazer pode se tornar uma verdadeira dor de cabeça…

O que nós devemos fazer? Deixar o nosso pet nos “hoteizinhos pet” ou arriscar levá-lo com a gente?

Essa é uma dúvida muito comum e hoje eu quero ajudar você a resolver essas questões de forma bastante simples.

Vamos separar por categorias para ficar mais fácil:

Viagens com Pets de Avião

Sim, os animais podem viajar de avião com você.

Mas vale ressaltar que não são todas as companhias que topam a viagem e além disso, as políticas de cada companhia podem mudar sobre o tamanho, a forma ideal de transporte, etc.

A dica para quem pretende viajar de avião com o pet, antes de qualquer coisa, é antes de fazer a sua reserva, ligar para a companhia e verificar as políticas sobre transporte de animais (e se há alguma taxa extra).

Com o “ok” da companhia que é possível, você já venceu a primeira etapa.

Confira agora algumas informações essenciais para oferecer uma experiência melhor para o seu pet:

  • Chegar 2 horas antes do voo;
  • Passear com o seu cão antes do voo para acalmá-lo e também evitar o estresse, afinal, ele ficará dentro de uma caixa de transporte durante bastante tempo;
  • Alimente seu animal antes da viagem, porém não em excesso.
  • Tenha registros médicos atuais do seu animal, isso será essencial para que a companhia transporte o seu animal. Sem ele, a companhia não consegue garantir que o seu animal está saudável.
  • Prepare uma caixa de transporte ideal, de acordo com as dimensões recomendadas pela companhia aérea.

Viagens com Pets em Cruzeiros Marítimos

Uma das escolhas que andam em alta para os turistas brasileiros são os cruzeiros marítimos.

Ainda que aqui na costa brasileira existem poucas opções de navios disponíveis, são centenas que viajam todos os 7 mares.

E infelizmente, pouquíssimas companhias permitem que você leve o seu animal numa viagem marítima.

São elas: Trasmediterránea e Ferry Baleària. Duas companhias quase desconhecidas por parte dos brasileiros.

Uma outra companhia que aceita em um dos seus navios, é a Cunard – no navio Queen Mary 2 – um navio de luxo que, dentre vários roteiros, faz até uma volta ao mundo.

Alguns cuidados para embarcar o seu animal no Queen Mary 2:

  • O animal deve possuir um microchip;
  • Assim como nas viagens de avião, as vacinas precisam estar em dia;
  • Por ser uma companhia que geralmente sai do EUA, precisa ter um Pet Passport. Sem isso e sem estar dentro dos requerimentos PETS, não será impossível embarcar.

Além disso, é necessário avisar a companhia com pelo menos 2 semanas de antecedência do embarque para que toda a comida seja preparada e estocada no navio.

O animal não ficará solto e nem na sua cabine. Ele ficará no canil do navio, dentro de uma gaiola e poderá ser visitado pelo tutor durante a estadia no navio.

A alimentação e todos os cuidados necessários com o seu pet, serão feitos por um profissional qualificado da equipe da Cunard. Você não precisa se preocupar.

Convenhamos que não é nada muito agradável, mas é uma alternativa a deixá-lo em hotéis para pet ou ainda com algum parente.

Todas as informações sobre o navio foram retiradas do site triplover.com.br

Viagens com Pets de Ônibus

Tem pavor de avião e prefere fazer as suas viagens sem preocupações, com um ônibus?

Nesse tipo de viagem você com certeza pode levar o seu cãozinho junto, claro, desde que ele esteja dentro de alguns requisitos:

  • As vacinas precisam estar em dia e você precisará de um laudo do seu médico veterinário (como em todas as outras formas de viagem);
  • Se quiser que o seu animal fique no banco (dentro da caixa de transporte, claro), será cobrada uma passagem extra;
  • Mesmo que o animal seja transportado em outro lugar, a companhia pode cobrar uma taxa extra;
  • Animais que coloquem em risco à saúde de qualquer pessoa não serão transportados.

É bem mais fácil de levar o seu cãozinho em uma viagem de ônibus que em outras formas de transporte, como os cruzeiros e os aviões.

A dica é sempre oferecer uma caixa de transporte que permita que ele se acomode bem, com espaço para poder girar, além do espaço para comedouro/bebedouro se possível.

Mas também vale a dica: antes de comprar as passagens, sempre confirme com a companhia escolhida se eles permitem o transporte de animais domésticos.

Um detalhe importante: só serão transportados em ônibus animais de até 8 quilos.

Como o transporte geralmente não é demorado, esse desconforto momentâneo do animal vai valer a pena, quando ao invés de ficar sofrendo com os pensamentos do tipo “como será que está o meu cãozinho lá em casa”

Você saber que ele estará ali ao seu lado, aproveitando os merecidos descansos junto com você e toda a sua família.

Espero que essas dicas possam te ajudar a resolver o quebra-cabeças que você passa sempre que vai chegando a época da viagem familiar.

Já viajou com o seu pet? Como foi a experiência e qual o tipo de viagem que você fez: avião, cruzeiro ou ônibus?

Conta pra gente aí nos comentários!

Comentários

comments

Related:

Previous Post

No Comments

Leave a Reply